Face Feminina

A beleza feminina pode ser realçada através de procedimentos cirúrgicos ou não cirúrgicos.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE
CIRURGIA PLÁSTICA
AMERICAN SOCIETY OF
PLASTIC SURGEONS

Procedimentos Minimamente Invasivos

Procedimentos que visam tornar o rosto mais harmônico e permitir um envelhecimento natural e sem exageros.

Tendências

As últimas tendências em tratamentos cirúrgicos e não-cirúrgicos da face.

Lifting de Face

Tecnicamente conhecida como ritidoplastia, o lifting de face é um procedimento cirúrgico para melhorar sinais visíveis de envelhecimento no rosto e no pescoço.

• Flacidez no terço médio da face,
• Vincos profundos abaixo das pálpebras inferiores,
• Vincos profundos ao longo do nariz que se estende ao canto da boca,
• Gordura que tenha baixado ou tenha sido deslocada,
• Perda de tônus muscular na face inferior, podendo causar papada,
• Pele frouxa e excesso de depósitos de gordura sob o queixo e a mandíbula.

Quantos anos é possível rejuvenescer com o lifting?
O objetivo da cirurgia é dar à face da paciente uma aparência natural, saudável e descansada e não com estigmas de cirurgia como uma pele completamente esticada.
Qual a diferença entre lifting e minilifting?
A face pode ser dividida em três terços. No terço superior temos a região da testa, sobrancelhas e olhos. No terço médio encontramos as bochechas ou maçãs do rosto e no terço inferior, a região da mandíbula e pescoço. Quando o paciente apresenta flacidez nos três terços da face o lifting completo está indicado. Quando dois terços ou somente um terço apresenta flacidez a indicação é de um minilifting. A diferença maior entre as duas cirurgias é a extensão das cicatrizes.

Com a cirurgia, todas as rugas irão desaparecer?
O principal objetivo da cirurgia é a melhora da flacidez facial e não de eliminar rugas, mas a melhora acaba acontecendo. As rugas dinâmicas (causadas pela mímica) e sulcos profundos vão necessitar de tratamentos complementares como preenchimentos e peelings.

Onde ficam localizadas as cicatrizes?
As cicatrizes são colocadas em áreas onde possam ser camufladas. Geralmente se escondem no couro cabeludo, na parte superior da cabeça (têmporas). Passam pela parte da frente e atrás da orelha, podendo entrar novamente no couro cabeludo (nuca). A extensão destas cicatrizes vai depender das regiões que serão tratadas assim como o grau de flacidez desta pele.

Qual o tipo de anestesia?
O procedimento pode ser realizado com anestesia local com sedação, ou anestesia geral.

Como é realizada a cirurgia?
A pele é descolada dos músculos até limites previamente demarcados e são realizados pontos na musculatura suspendendo e tratando a flacidez muscular. A pele é novamente reposicionada e o excesso é retirado, fazendo leve tração superior. Algumas vezes é necessária uma cicatriz abaixo do queixo para correção da musculatura do pescoço, nos casos de grande flacidez. Em casos de acúmulo de gordura na região da papada, podemos realizar também a lipoaspiração nesta região.

Há dor no pós-operatório?
Geralmente não. Analgésicos simples são prescritos para um conforto maior no pós-operatório.

Como é o pós-operatório? A face fica com muito inchaço?
O pós-operatório é, em geral, tranqüilo. O edema (inchaço) maior acontece nos primeiros 3 a 4 dias e vai diminuindo progressivamente. As áreas de equimose (arroxeadas) também vão desaparecendo ao longo de 10 a 15 dias.

Qual o período de internação?
Cerca de 24 horas.

Quanto tempo dura a cirurgia?
A duração do procedimento é em média de 4 a 5 horas.

Quais as complicações mais comuns?
As complicações graves são raríssimas, mas, como qualquer cirurgia, podem ocorrer hematomas, infecção, necrose de tecido (mais comuns em pacientes fumantes) e lesões de nervos da face.

Haverá curativo ou dreno?
O paciente utilizará curativo (“capacete”) por 24 horas, e o dreno, deixado na região posterior da orelha é retirado depois de 24 horas, sem causar dor.

Quando os pontos são retirados?
A maioria dos pontos é feita com fios absorvíveis e o restante é retirado depois de 10 a 15 dias.

As pálpebras podem ser operadas na mesma cirurgia?
Podem sim. A blefaroplastia (cirurgia das pálpebras) é a cirurgia mais comumente associada ao lifting, pois completa o processo de rejuvenescimento da face.

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIO:
- Passar em consulta pré-anestésica com a equipe de anestesistas do Dr. Fernando;
- Passar em avaliação cardiológica quando indicada;
- JEJUM de 08 horas antes da cirurgia, inclusive de água;
- Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito volumosas na véspera da cirurgia;
- Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também os diuréticos;
- Mulheres devem interromper uso de anticoncepcionais pelo menos 30 dias antes do procedimento;
- Informar todo e qualquer medicamento que esteja fazendo uso contínuo ao cirurgião e/ou anestesista para evitar qualquer risco intra ou pós-operatório;
- Interromper o tabagismo por pelo menos 3 meses antes e 3 meses após a cirurgia (a manutenção do uso do cigarro, mesmo em pequenas quantidades, aumenta o risco de má cicatrização, morte de tecidos e trombose);
- Iniciar hidrataçãoda face 1 semana antes e manter no pós operatório;
- Tomar banho na véspera da cirurgia e pela manhã, lavando bem as áreas a serem operadas;
- Evitar maquiagem, e unhas pintadas escuras (pode utilizer esmalte cor “renda”), pois serão retiradas pelo anestesista;
- Retirar anéis, brincos ou piercingsantes da cirurgia pois podem levar a queimaduras pelo uso do bisturi elétrico;
- Lavar os cabelos no dia anterior ao da cirurgia;
- Trazer óculos escuros (nos casos de realizar também a cirurgia das pálpebras) e camisas com abotoamento frontal (facilitam se vestir mesmo com o curativo).
- Lenços e echarpes podem disfarçar o curativo e dar um certo charme pra quem sai do hospital como o uso do capacete;
- Internar-se no hospital indicado 1 hora antes do início da cirurgiapara a confecção do prontuário;
- Comunicar-se antes da cirurgia, em caso de gripe, atraso menstrual, indisposição, etc;
- Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 4 a 5 dias;
- Levar no dia da cirurgia os exames pré-operatórios, a ficha de avaliação pré-anestésicae ameia-elástica anti-trombo (entrar com eles no centro cirúrgico).

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIO

- Obedecer à prescrição médica;
- Evitar esforçospor 7 a 15 dias;
- Evitar abaixar a cabeça para evitar inchaço e sangramentos;
- Manter-se sentada ou deitada com a cabeceira elevada na primeira semana;
- Não se exponha ao sol por um período mínimo de 1 semana;
- Manter os curativos conforme orientação médica;
- Gases com água gelada sobre os olhos várias vezes ao dia quando realizada a plástica das pálpebras;
- A drenagem linfática é extremamente importante, devendo ser iniciada 2 a 3 dias após a cirurgia. São recomendadas no mínimo 10 sessões, sendo que quanto maior o número de sessões menor o inchaço e mais rápida a recuperação;
- Voltar ao consultório para os curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulados;
- Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de esquecer que foi operada recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-lo(a) a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos;
- Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com o Dr. Fernando, e somente com ele, quaisquer dúvidas que possam advir;
- Alimentação normal! Recomendamos alimentação hiperprotéica (carnes, ovos, leite ) e alimentos ricos em vitamina C para melhorar a cicatrização, assim como a ingestão de frutas;
- Não expor as cicatrizes ao sol por pelo menos 6 meses ou enquanto permanecerem avermelhadas, pois podem ficar manchadas permanentemente;
- Utilizar óculos escuros ao se expor ao sol por 6 meses;
- Utilizar protetor solar(FPS 30 pelo menos) 2 a 3x/dia; 
- Recomenda-se o uso de chapéus ou bonés com fator de proteção para minimizar manchas e proteger as cicatrizes;
- Maquiagem dermatológica pode e deve ser utilizada para esconder possíveis roxos e proteger do sol;
- Recomenda-se utilização de vitamina C tópica após cicatrização para efeito antioxidante;
- Retorno a atividades físicas deve ser gradual, podendo iniciar caminhadas leves com 15 a 21 dias, musculação com 30 a 45 dias;
- Atividade sexual liberada com 3 a 4 semanas;